segunda-feira, 11 de junho de 2012

Kill Him


A imaginação é uma arma!

domingo, 10 de junho de 2012

Música Portuguesa 4/20


Pedro Abrunhosa -Será


Será que ainda me resta tempo

contigo,
ou já te levam balas de um qualquer
inimigo.
Será que soube dar-te tudo o que
querias,
ou deixei-me morrer lento, no lento
morrer dos dias.
Será que fiz tudo que podia fazer,
ou fui mais um cobarde, não quis ver
sofrer.
Será que lá longe ainda o céu é azul,
ou já o negro cinzento confunde Norte
com Sul.
Será que a tua pele ainda é macia,
ou é a mão que me treme, sem ardor
nem magia.
Será que ainda te posso valer,
ou já a noite descobre a dor que
encobre o prazer.
Será que é de febre este fogo,
este grito cruel que da lebre faz lobo.
Será que amanhã ainda existe para ti,
ou ao ver-te nos olhos te beijei e
morri.
Será que lá fora os carros passam
ainda,
ou estrelas caíram e qualquer sorte é
benvinda.
Será que a cidade ainda está como
dantes
ou cantam fantasmas e bailam
gigantes.
Será que o sol se põe do lado do mar,
ou a luz que me agarra é sombra de
luar.
Será que as casas cantam e as pedras
do chão,
ou calou-se a montanha, rendeu-se o
vulcão.



Será que sabes que hoje é domingo,
ou os dias não passam, são anjos
caindo.
Será que me consegues ouvir
ou é tempo que pedes quando tentas
sorrir.
Será que sabes que te trago na voz,
que o teu mundo é o meu mundo e foi
feito por nós.
Será que te lembras da côr do olhar
quando juntos a noite não quer acabar.
Será que sentes esta mão que te agarra
que te prende com a força do mar
contra a barra.
Será que consegues ouvir-me dizer
que te amo tanto quanto noutro dia
qualquer.
Eu sei que tu estarás sempre por mim
não há noite sem dia, nem dia sem fim.
Eu sei que me queres, e me amas
também
me desejas agora como nunca
ninguém.
Não partas então, não me deixes
sozinho
Vou beijar o teu chão e chorar o
caminho.
Será,
Será,
Será!

Artista: Pedro Abrunhosa
Alcunha: (não faço ideia!)
Observação: Os óculos de Sol são a sua imagem de marca, nunca aparece sem eles. É um músico do Porto e embora não tenha um grande voz, é na minha opinião um poeta na verdadeira ascensão da palavra!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Músicas Portuguesas (3/20)


Xutos  Pontapés - Manhã Submersa


Letra:

O frio aperta na manhã submersa


entra a neblina com o sol a nascer

contando os passos para se entreter

lá vai ele, ainda a sonhar



não sabe o nome mas conhece o cheiro

quando ela entrar no apeadeiro

talvez mais tarde quando a escola acabar

mesmo à saída, a bola a girar

ela apareça e ele consiga falar



a rapariga saiu da escola

viu os rapazes a jogar à bola

passou por eles, houve um que sorriu

não ligou, e a rua subiu



só mais tarde, já ao deitar

olhou o espelho onde foi encontrar

o amor escondido e então sorriu



Nome: Xutos & Pontapés
Alcunha: Xutos
Observação: São o maior grupo português e os únicos a terem participado em todas as edições do Rock in Rio Lisboa.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Músicas Portuguesas (2/20)


Jorge Palma - Frágil





Nome: Jorge Palma
Alcunha: (Alguma coisa haver com álcool ou droga)
Observação: O Jorge no inicio da sua carreira era visto frequentemente a tocar no metro de Paris. Esta música não é o original, mas foi a única que tinha as letras presentes...

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Músicas Portuguesas (1/20)

Muitos dos meus "Seguidores" são brasileiros e muitos dos meus post`s tem alguma coisa a ver com o Brasil. Foi ao constatar este facto que me lembrei de divulgar algumas músicas que são verdadeiros sucessos em Portugal, mas que curiosamente tem dificuldades em conseguir ser ouvidas no pais irmão. Segundo ouvi esta semana, esta realidade deve-se ao facto de os brasileiros terem dificuldade em perceber o que os portugueses dizem. Quer seja por falarmos demasiado rápido, quer por usarmos expressões que não são usadas no Brasil, assim, todas as músicas que publicar (pensei em 20), terão legenda a acompanhar a música.


Rui Veloso- Porto Sentido





Artista: Rui Veloso
Alcunha: O Pai do Rock Português
Observação: O Rui Veloso esteve recentemente no Rock in Rio. As imagens do video são da cidade do Porto.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Na Crista da Onda















Quer me parecer que este ano perdi a minha derradeira oportunidade de ver em acção o maior surfista de sempre, ou seja, Kelly Slater, pois, para o ano que vem Kelly soprará 40 velas. Com 11 títulos de campeão do Mundo, penso que teria todas as condições para continuar entre os melhores, ainda para mais sendo o actual campeão. Por outro lado, tem a hipótese de se retirar em grande.
Resta-me ficar à espera e fazer figas para que continue a competir e que venha ao próximo Rip Curl Pro Peniche 2012.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Seu Jorge - Tive Razão


Uma bela música para relaxar!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Boas Festas


Quer-me parecer que este ano a magia do Natal se tornou mais real devido à crise que se instalou no nosso pais. Já em anos anteriores havia criticado o facto de o Natal ser simplesmente um negocio e de se esquecerem do seu real significado.
Sem dinheiro não há vícios e este ano o dinheiro está mais escasso, logo haverá menos prendinhas supérfluas.
Será?!
Não sei se será bem assim, pois, à uns dias fui ao Shopping e parecia que estavam a dar rebuçados, tanta era a confusão que havia por lá... Ou as pessoas não sabem para onde hão-de ir passear sem ser um grande Centro Comercial ou mesmo sem dinheiro, estão dispostas a gastar o que tem e o que não tem.
De qualquer maneira o que interessa é que as pessoas tenham respeito pela época e que tenham cuidados acrescidos para não porem em causa a segurança dos outros, refiro-me ao facto de haver sempre bastantes acidentes, quer sejam provocados por excesso de velocidade ou de álcool. Mas vale chegar alguns minutos atrasado, do que nunca chegar...
Boas Festas para todos!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ai se eu te Pego...

Se envolveu com uma vaca...
...Certamente que vai ter que fugir do boi!

domingo, 11 de dezembro de 2011

My Angel Gabriel

Quando se decide ter um filho, devemos pensar bem no que estamos a fazer, pois, teremos a nosso cargo, a responsabilidade, não só de alimentar, mas também de cuidar e educar.
Para muitos dos pais que eu olho, a preocupação maior, passa mesmo, por lhes dar de comer e de não terem paciência para os aturar. No inicio desta etapa, (marcamos alguns objectivos que pretendemos alcançar na sua educação, pelo menos penso assim...), pretendo ter tempo para brincar com ele, embora os horário não permitam sempre, espero estar presente nos seus pequenos (grandes para os papas) triunfos.
Se o meu anjo sair ao papá, irá praticar muito desporto e irá aprender a tocar alguns instrumentos, pelo menos, assim, gostaria que fosse (com muita pena minha não sei tocar nenhum).
Tenho ouvido dizer que o nascimento de um filho, faz-nos pensar de outra forma, será isso real, objectivo, pragmático... No próximo ano irei descobrir e estou muito feliz por este grande passo que dei, mesmo que em época de crises!

sábado, 10 de dezembro de 2011

Ǝ - Lose Yourself


Existem filmes que nos marcam, sem dúvida que o "8 Mile" me marcou, a ponto de ainda hoje em dia ficar agarrado a este filme, sempre que passa na tv. Acho que as músicas e filmes que vimos na nossa adolescência nos deixam marcas profundas para sempre.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Espeta um Placebo

Existem coisas confusas que não consigo ver com a lucidez que preciso\necessito, mesmo que essas mesmas coisas possam mudar muitas histórias de vidas. Situações acontecem e aparecem ao sabor do vento e inesperadamente deixam marcas profundas que teimam em entrar e não querer sair, ou no caso de saírem, deixarem marcas profundas. Fundas. Tão fundas que me doí a alma de pensar em tais coisas, que rasgam a pele e deixam carne viva à vista de feras que sedentas de sangue, se arrastam e jogam todo o seu veneno neste corpo de água e bactérias.


Quando pequeno, a vida esconde todos os problemas e preocupações. Situações embaraçosas são motivo de riso na era das três rodinhas, mas e agora? Quem ri, será por maldade, chacota ou pura e simplesmente gozo... Quem poderá de sua mais profunda e sincera honestidade dizer que nunca cometeu um crime que lhe vete as portas do paraíso? Porra... A existir haverá esse lugar de estar seco, pois, não vislumbro qualquer alma que por estas areias se mova, mereça o seu "lugar ao Sol".



O crescimento acarta consigo responsabilidades para as quais muitas vezes temos que agarrar, mesmo sem estarmos preparados/mentalizados. Mas onde é que isso se aprende? Será que nascemos todos programados para viver neste Mundo que por vezes me parece tão confuso e negro? Acho que o meu programa não carregou até ao fim... Reprogramar agora deve ser tarde demais, digo eu, que às tantas não sei bem o que fazer, dizer, escrever...