terça-feira, 18 de novembro de 2008

Black Train



Este fim de semana que passou, (15/11/2008), foi passear até Lisboa, mas fiquei a dormir na Amadora. Bem como todos sabemos existem muitos cidadãos oriundos de África na Amadora, o que não me incomoda nada. Mas para uma pessoa de Coimbra/Lousã, ir a um sitio destes assusta um pouco, mais ainda quando reparamos que não se vêem polícias em parte alguma...

Estava eu no comboio que faz ligação Oriente - Amadora, numa carroagem praticamente vazia, quando de repente, numa qualquer paragem do comboio, entram dezenas de "blacks"... Não é que eu seja racista, mas ficamos logo em sentido.

Nem o revisor se viu para confirmar os "tickets"... Mas sem problemas lá chegamos ao destino, saimos na Amadora e deparamonos com pelo menos uma centena de "blacks"... Bem segundo me disseram, "Até para nós que moramos aqui desde sempre nos mete respeito. Mas onde está a polícia? Meu Deus, vamos sair daqui..."

Na rua é dificil não vermos os sem abrigo e as prostitutas, coisa que em Coimbra, infelizmente também se vê, mas aqui é numa escala muito maior... Para quem está com alguma atenção às notícias, o clima que se faz sentir é de grande receio de ser assaltado, mesmo para quem não passa por nenhuma situação de aperto...

Ir passear ou ver um concerto a Lisboa sim, agora morar... Não!

Outra das situações dificéis foi o estacionamento perto do Bairro Alto... Bem, 20 minutos para estacionar! E mesmo assim deixar o carro em contra ordenação... O que vale é que o carro não era o meu...

Tirando isto tudo, gostei do fim de semana, e ir à fnac em Lisboa foi um descobrimento grandioso! Fiquei totalmente perdido no meio de tantos cd`s... Era capaz de lá passar dias! A loja do Forum Coimbra é só uma amostra daquela e mesmo assim, fico tardes inteiras lá, agora imaginem...

2 comentários:

Daniel disse...

boas... nao podia tar mais de acordo cntg mano... fodx la os "pretos". o blog ta fixe... um abraço

Anónimo disse...

Este blog está mesmo muito bom... Mas o texto nao é um texto racista, para quem nao entendeu, a critica é feita ao facto de num sitio com tanta violencia, nao existir segurança nenhuma, independentemente de serem de cor branca, preta.... A violencia existe na mesma.